Tuesday, January 06, 2009

Bastidores de uma exposição – 1º Capitulo “Planeamento”

Pastores Australianos na Exposição CaninaPastores Australianos na Exposição Canina

Desta vez decidi fazer um report exaustivo do tempo, dinheiro e esforço que leva o planear e então ir a uma Exposição Canina. Espero que no fim o leitor consiga entender e apreciar o esforço de quem tem gosto e procura trabalhar e expor os seus cães.

Vamos então começar pelo inicio:

1º Escolher ir ou não a uma exposição

Bem, esta exposição é a 1º de 3 exposições anuais, onde um cão poderá conseguir o titulo de Campeão ou se preferir o CAC-QC. Por isso é natural que se faça um esforço extra ou então perderá a sua oportunidade.
Não vos vou maçar dizendo que para ir a esta exposição não gastei nisto ou naquilo e que juntei dinheiro daqui e de acolá. Mas apenas direi que depois de muito pensar e analisar tomei a decisão de ir.

2º Planear o tempo e custo

O passo seguinte é tirar uma ideia do tempo e dinheiro necessário para ir a uma exposição.
Neste caso como estou no Algarve e tenho de ir ao Porto, será por volta de uma viagem de 7h condução com 3 paragens de 20-30 min para esticar pernas de pessoas e canideos, distancia 562 km

A portagem será por volta de 37.55 EUR e combustível 51.69 EUR

Como tenho de ir e voltar puz 200 EUR – 14h condução só para esta viagem

3º Primeiro preparativo - CARRO

Como é uma longa distância decidi fazer uma revisão completa ao meu carro para não ter nenhuma supresa (imaginem ficar na estrada com 3 cães no carro). Este custo rodou os 165 €

4º Agora há que pagar a exposição e mandar as inscrições

1 hora nos correios 65 €

5º Encontrar um lugar para dormir

Uma vez que não sou maluca, fazer uma viagem de 14 h sem descanço está fora de questão. Então pedi a uma amiga para passar lá a noite e ela generosamente aceitou, o que me tirou essa preocupação e despesa de cima e é um grande alivio.

Ok, estes são os passos iniciais e está tudo encaminhado !


2 comments:

Casas do Barlavento said...

Desde que a conheci, que realmente tenho reparado que isto da criação de cães tem mais do que se diga.
Claro que á facil juntá-los e depois despachar o que sai, mas que responsabilidade temos nisto ? pessoalmente acho que é para ser deixado com quem investiga, analisa, investe e se preocupa
Mas de facto pelo seu relato ir a uma exposição é dose.

blogdocatarino.com said...

Pelo relato participar de uma exposição de cães exige muito trabalho e paciência.
Vim retribuir sua visita e agradecer pelo comentário deixado no meu blog.
FAvoritei você no tecnorati e blogblogs.