Thursday, August 20, 2009

Acreditam no amor de um cão ?

amor de cãoEsta semana decidi escrever um tópico sobre uma questão muito debatida : “Acreditam no amor de um cão ?”

Talvez porque seja uma mãe solteira, com algumas relações más com humanos por detrás, pura e simplesmente, sim, acredito no amor dos cães.

Sim, podia escrever dúzias de pequenas histórias sobre cães e sobre as minhas experiências, mas acredito que a crença vem de dentro de nós e da nossa convivência diária com os nossos cães.

Eu tenho cães porque gosto de os ter. Eles fazem o meu dia, já me ajudaram vezes sem conta nos dias maus e me tornaram uma melhor pessoa.

Alguns treinadores profissionais já me disseram repetidamente que se quisesse ter um super campeão obediente então teria de ter o cão numa caixa e apenas tirá-lo quando o fosse treinar ou dar-lhe atenção. Mas fazer isso a uma amigo ? ok ! agora pareço o autor do Marley e Eu que se sente mal em esterilizar o cão por ele ser seu amigo.

Mas que posso dizer...
Adoro acariciar o meu cão quando ele dorme comigo e a forma como ele parece deliciado com essas carícias
Adoro ver os meus cães deitados ao redor da mesa quando como.
A forma como eles dão sem exigir nada de retorno.
A forma simples como eles ficam felizes e ansiosos pela sua vez quando os escovo.
A reacção de excitação quando é sessão de treino.
A maluqueira da altura dos passeios.
A forma como pedem atenção e mimos.
E até a forma como eles falam e dançam comigo.

Portanto talvez ... talvez não seja amor verdadeiro ... mas certamente me dá a sensação que este é verdadeiro amor.

Alguns artigos interessantes que encontrei:

3 comments:

Alexandre Brendim said...

Não existe uma maneira de nós humanos entendermos o amor de um cão...simplesmente porque nós não conseguimos conceber um amor incondicional como o deles...

Ainda temos muito a aprender até chegarmos ao nível deles...

joselito said...

Com certeza mais real do que dos humanos, sem contrapartida.

Sissym said...

Helena, não apenas como tambem de outros animais. A minha gata me ama demais e eu a ela. Ela faz coisas como a minha filha pequena faz. São irmãs quase gemeas!